Ato chama população a lutar contra privatização e pela anulação da reforma trabalhista

25 Oct 2017 47 VISUALIZAÇÕES

Houve coleta de assinaturas em apoio Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) que anula a lei da reforma trabalhista

O Sindicato foi às ruas na última quarta-feira, 25, para ampliar a campanha em defesa dos bancos públicos, que ocorre em todo o país. O objetivo é conscientizar a população sobre a importância de se unir à luta contra o desmonte das demais empresas públicas e a perda de direitos conquistados pelos trabalhadores. Também houve coleta de assinaturas em apoio Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) que anula a lei da reforma trabalhista aprovada por Temer. O ato aconteceu na região central de Atibaia.

A atividade se concentrou no Centro de Atibaia, onde estão localizadas as principais agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, instituições que já entraram em processo de sucateamento pelo governo, com o claro de objetivo de entregá-las ao setor privado. Os dois bancos públicos concentram a maior parte dos financiamentos habitacional, agrícola e estudantil. Só em 2017, eliminaram cerca de 20 mil vagas de emprego.

Os dirigentes sindicais distribuíram material informativo sobre a importância dessas instituições no desenvolvimento do país e explicaram à população sobre os riscos que as privatizações significam para o futuro de toda a classe trabalhadora.

A coleta de assinaturas em apoio o Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) que revoga a lei que entra em vigor no dia 11 de novembro próximo é parte da Campanha Nacional pela Anulação da Reforma Trabalhista.