Bancários de todo o país coletam assinaturas contra Lei de desmonte da CLT

30 Oct 2017 57 VISUALIZAÇÕES

Sindicatos de bancários de todo o país estão nas agências bancárias e demais locais de trabalho da categoria, nas praças e nas ruas recolhendo assinaturas em aprovação ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) pela anulação da Reforma Trabalhista, proposta pelo governo Temer (PMDB) e aprovada por sua base de sustentação no Congresso.

“Os bancários estão na rua recolhendo assinaturas e também dialogando com a categoria e com toda a população para mostrar que esta reforma, na verdade, é um verdadeiro desmonte da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), que somente beneficia os empresários em prejuízo de toda a classe trabalhadora”, disse Roberto von der Osten, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

As ações fazem parte da Campanha Nacional Pela Anulação da Reforma Trabalhista, lançada pela Central Única dos Trabalhadores o dia 7 de setembro, que busca recolher 1,3 milhão de assinaturas em apoio ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) pela revogação da nova lei trabalhista, que traz inúmeros prejuízos para os trabalhadores.

Diversos sindicatos e comitês sindicais e populares montaram bancas em pontos de grande circulação de pessoas nas cidades de sua base territorial. A campanha tem sido bem aceita pela população. As listas também estão sendo distribuídas aos trabalhadores para buscar assinaturas de familiares, vizinhos e amigos.

A Direção Executiva da CUT Nacional fará uma apuração nacional das assinaturas colhidas no dia 8 de novembro para decidir os próximos passos da campanha. No dia 10 de novembro, está previsto um Dia Nacional de Paralisação contra as “antirreformas” do governo golpista.

Para obter mais informações e baixar os materiais da campanha basta acessar o site exclusivo ou ligue para o Sindicato 11.4034.0893