Base governista manobra e aprova urgência para PL da Reforma Trabalhista

20 Apr 2017 11 VISUALIZAÇÕES

Foto: Billy Boss/Câmara dos Deputados

Na quarta-feira (19), um dia depois de o requerimento de urgência para a tramitação do PL 6787/2016 (PL da Reforma Trabalhista) ter sido recusado pelo Plenário da Câmara dos Deputados, a base de apoio ao governo golpista e ilegítimo de Michel Temer voltou a colocar a matéria em votação e conseguiu a aprovação do requerimento.

A base governista conseguiu 287 votos favoráveis à tramitação em caráter de urgência do PL da Reforma Trabalhista. Era preciso obter 257 para a aprovação. No dia anterior, apenas 230 deputados haviam votado favoráveis ao requerimento.

“Estes deputados estão fazendo de tudo para atender aos interesses dos empresários, que financiaram suas campanhas e querem garantir sempre o maior lucro possível para suas empresas, em prejuízo da classe trabalhadora. Mas, apesar de a grande mídia tentar esconder esse fato, o povo já percebeu o que eles estão fazendo. No dia 28 de abril, o país vai parar e as ruas ficarão cheias em protesto contra todos estes ataques contra a classe trabalhadora”, disse Roberto Von der Osten, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Mais informações nos sites da Rede Brasil Atual e da Câmara dos Deputados.