Banco do Brasil
GERAL

Economus: 2024 é ano de eleição para os conselhos deliberativo e fiscal

06 Nov 2023 98 VISUALIZAÇÕES

O pleito será realizado das 10h do dia 08 de abril de 2024 até 16h do dia 29 de abril, exclusivamente em ambiente eletrônico, por meio de link a ser divulgado.

Os interessados em concorrer nas eleições devem realizar a inscrição entre os dias 15 de janeiro e 16 de fevereiro de 2024.

“É extremamente importante a participação de todos os participantes do Economus, da ativa e aposentados, nas eleições dos conselhos deliberativo e fiscal, instâncias essenciais para a resolução dos problemas enfrentados pela entidade e nas quais é fundamental a representação de conselheiros de fato comprometidos com os interesses dos trabalhadores”, diz Getúlio Maciel, dirigente sindical da Federação dos Bancários da CUT-SP (Fetec-SP) e representante da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB.
Rodrigo Leite, Conselheiro Deliberativo suplente eleito e diretor executivo da FETEC-CUT/SP, informa que os funcionários egressos do Banco Nossa Caixa, que se encontram na ativa, vêm demandando há bastante tempo as entidades sindicais, sobre a necessidade de que as votações nas Eleições do Economus sejam semelhantes ao modelo adotado na Cassi/Previ com participação através do SISBB. ‘

‘Além disso, é importante que os funcionários dos bancos incorporados pelo BB possam finalmente ter acesso à Cassi e à Previ, reinvindicações históricas do funcionalismo desde a incorporação pelo BB. A negociação precisa acontecer logo, para que todos os bancários que trabalham no BB tenham igualdade de tratamento com relação à saúde e previdência”, disse Rodrigo.

Discriminação
Para a dirigente do Seeb SP e conselheira deliberativa eleita suplente do Economus, Adriana Ferreira, o fato de não ser possível a votação por meio do SISBB nas eleições do Economus evidencia o tratamento discriminatório ao qual estão submetidos os trabalhadores egressos da Nossa Caixa.
“Uma eleição do Economus, na qual os participantes da ativa não podem votar por meio do SISBB, assim como fazem os bancários participantes da Cassi e da Previ nas eleições destas duas entidades, é mais uma prova de que os egressos da Nossa Caixa não recebem o mesmo tratamento que seus demais colegas dentro do Banco do Brasil”, avalia Adriana.

Fonte: SEEB SP