Banco do Brasil

Está aberta a temporada de caça. Qualquer cuidado é pouco

07 Dec 2016 25 VISUALIZAÇÕES

Parecia que as coisas não podiam piorar para os funcionários do Banco do Brasil. Como se não bastasse o clima de insegurança instalado pelo anúncio da extinção de algumas funções, na última terça-feira, 6, os trabalhadores do BB foram surpreendidos com uma nova alteração no Programa Extraordinário de Incentivo a Aposentadoria (PEAI). Está decretada a caça e é preciso agir com cautela.

A direção do Banco do Brasil ampliou o público alvo do PEAI, agora estendido aos funcionários com mais de cinco anos de contribuição ao PrevMais – plano de complemento à aposentadoria ligado ao Economus.

Pela regra anterior, era preciso estar aposentado ou ter condições de requerer o benefício pelo INSS até 31 de dezembro ou ter contribuído por pelo menos 15 anos com a Previ ou Economus.

De acordo com informações, alguns gestores estão assediando moralmente seus subordinados.
O prazo para aderir ao PEAI termina nesta sexta-feira, 9. Contudo, recomenda-se cautela. “É interessante que o bancário que pretende aderir ao PEAI e atende os requisitos exigidos para isso, reflita bem e consulte a Previ ou o Economus Ninguém é obrigado a aderir, mesmo que seja elegível. Se decidir permanecer no banco, também precisa agir com atenção. Precisa denunciar perseguições sofridas ao Sindicato, para que sejam tomadas medidas contra o assédio”, alerta Rodrigo Franco Leite, diretor do Sindicato e funcionário do Banco do Brasil.

O PEAI foi anunciado pelo banco em 20 de novembro e o objetivo é atingir 18 mil funcionários. Na mesma data foi também divulgado o fechamento de mais de 400 agências e diversos departamentos.