BMB
Bradesco
CEF
Itau
Santander

FETEC-CUT/SP dá início à organização da Campanha Nacional 2015

06 Jul 2015 16 VISUALIZAÇÕES

Os debates da Campanha Nacional dos Bancários 2015 já estão ocorrendo na base da FETEC-CUT/SP. Após duas semanas de visitas e reuniões nos sindicatos filiados, começam neste sábado, 04 de julho, as Conferências Regionais preparatórias à 17ª Conferência Estadual dos Bancários da FETEC-CUT/SP, que será realizada em 25 de julho, na capital paulista.

Neste sábado aconteceram duas Conferências Regionais. A da Regional 2 da FETEC-CUT/SP, em Jundiaí, e a da Regional 3, que será em Araraquara. Para o dia 17, em Assis, está prevista a Conferência da Regional 4. No dia 18, será a vez da Conferência da Regional 5, a ser realizada em Pindamonhangaba.

Nas visitas pré-conferências, a FETEC-CUT/SP recordou com os dirigentes, os resultados e cenários político-econômico das campanhas anteriores. E, apresentou dados atuais, como inflação, nível de emprego, custo da cesta básica e lucro dos bancos, analisando os impactos na Campanha Nacional dos Bancários.

Foi visível nos debates preliminares de que o aumento do lucro dos bancos é um bom argumento para que a categoria prossiga com a política de aumento real e avanço nos direitos. Conforme os representantes dos sindicatos, a migração das transações bancárias para o mundo virtual , sobretudo, com o avanço do mobile banking, que são as operações tipicamente bancárias realizadas por meio de celulares, está sendo acompanhada, pois pode gerar diminuição de empregos na categoria. Conforme recente pesquisa, apenas do ano passado para cá, as transações bancárias realizadas nas agências diminuiu de 10% para 8%, enquanto as realizadas pelo mobile bank saltou de 6% para 12%.

De acordo com relatos dos dirigentes, além da discussão do novo acordo para a categoria, outra preocupação que toma volume nas bases é com as triagens de clientes nas agências, justamente, com o objetivo de diminuir o fluxo de pessoas atendidas nos caixas. Esta prática fere a resolução nº 3.694/2009 – art. 3º do Banco Central e contribui ainda mais para o fechamento de postos de trabalho na categoria bancária.

“Essa forma de organizar a campanha na base da FETEC-CUT/SP, com realização de visitas pré-conferências, seguidas pelas Conferências Regionais e Conferência Estadual, favorece o debate. O modelo vem sendo adotado há alguns anos, possibilitando melhor organização no Estado e, consequentemente, fortalecimento da mobilização do conjunto da categoria. As campanhas vitoriosas dos últimos anos demonstram que estamos na direção correta”, afirma Luiz César de Freitas, o Alemão, presidente da FETEC-CUT/SP.