Banco do Brasil

Greve no BB reivindica mais contratações

14 Sep 2016 14 VISUALIZAÇÕES

Os dados do Banco do Brasil do primeiro semestre deste ano – na comparação com igual período de 2015 – mostram que houve redução de 2.710 postos, com o total do quadro caindo de 112.325 para 109.615. Assim, um dos motivos que leva os funcionários a engrossarem a greve dos bancários é que a convocação de concursados.

Muitas das pessoas saíram por meio do PAI (Plano de Aposentadoria Incentivada). Ou seja, o Banco do Brasil perdeu bancários com larga experiência sem que houvesse reposição, aumentando a sobrecarga de trabalho em diversos setores principalmente em agências.

Outros bancos – O fim da redução de postos de trabalho e a geração de mais emprego também é prioridade entre os funcionários de outros bancos. Na mesma comparação dos balanços do primeiro semestre deste ano e o de 2015, a Caixa eliminou 2.235 postos de trabalho; o Bradesco, 4.478; o Itaú. 2.815; e o Santander, 1.368.