Banco do Brasil

Pauta de reivindicações específicas dos Funcionários do BB é entregue ao banco

12 Aug 2016 12 VISUALIZAÇÕES

Agora, os bancários devem definir calendário de negociações entre o Comando Nacional e o BB – Jaílton Garcia – Contraf-CUT

A minuta de reivindicações específicas dos funcionários do Banco do Brasil foi entregue, na tarde desta quinta-feira (11), ao presidente do BB, Paulo Cafarelli, em São Paulo. A pauta contempla as propostas aprovadas no 27º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, que aconteceu entre os dias 17 e 19 de junho, na capital paulista, e reuniu 323 delegados e delegadas (212 homens e 111 mulheres).

Clique aqui e veja a galeira de fotos da entrega.

De acordo com Rodrigo Leite, diretor do nosso Sindicato e membro da Comissão de Empresa, chama a atenção para a necessidade da participação maciça da categoria para que a campanha deste ano seja um sucesso, pois o cenário político não favorece a classe trabalhadora. “A classe trabalhadora como um todo precisa ser unir neste momento. Isto porque a luta desta Campanha Nacional não se resume a mais conquistas para os bancários, exige uma mobilização. abrangente em defesa dos direitos conquistados em décadas de luta e que estão ameaçados”, afirma.

Roberto von der Osten, presidente da Contraf-CUT, “explica que os bancários já avisaram ao BB que este é um ano diferente. “Além das preocupações com remuneração, emprego, igualdade, saúde e condições de trabalho, estamos muito preocupados com a defesa dos direitos gerais dos trabalhadores, com a defesa da democracia e com a defesa dos bancos públicos. A manutenção da mesa única e a garantia das mesas concomitantes são pontos que devem ser continuados. Reafirmamos o que o nosso otimismo está fundamentado na nossa mobilização e na nossa unidade, disposta a negociar mas pronta para lutar. Entregamos um pedido, que é a materialização da vontade de milhares e aguardamos a merecida valorização e o reconhecimento do nosso trabalho.”

Agora, os bancários devem definir calendário de negociações entre o Comando Nacional, assessorado pela Comissão de Empresa dos Funcionários, e o banco.

Para Wagner Nascimento, coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, com a entrega da minuta, uma nova fase é iniciada com as negociações da mesa específica. “Durante o ano inteiro realizamos programação de calendários, congressos, encontros e assembleias regionais, Congresso Nacional Específico dos funcionários do BB e a Conferência Nacional do Bancários, onde debatemos as reivindicações dos bancários e bancários de todo o país. Após a entrega da pauta de reivindicações iniciaremos as negociações. Sabemos que o banco tem condições de atender às reivindicações e esperamos sair com um bom acordo para os funcionários do BB”, ressaltou.