Banco do Brasil

Saiba por que votar NÃO na proposta do BB para a Cassi

17 Sep 2018 19 VISUALIZAÇÕES


As mudanças sugeridas pelo Banco do Brasil para o custeio da Cassi oneram todos os associados, transformando a contribuição extraordinária em permanente e estabelecendo cobrança por dependente. Além disso, o banco propõe mudanças na governança da Cassi, acabando com a paridade na gestão, com duas diretorias nas mãos de representantes do mercado e o voto de minerva para o banco.

Assista a esta animação e entenda o que está em jogo na proposta de reforma estatutária apresentada pelo banco que será deliberada pelos associados da Cassi, aposentados e da ativa, a partir do dia 24 de setembro.

O Sindicato  , junto às demais entidades representativas dos trabalhadores do BB, orienta o corpo social da Cassi a rejeitar a proposta do banco, votando NÃO e apresenta alternativas para garantir a sustentabilidade da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil.