BMB
Bradesco
CEF
Itau
Santander

Sindicato dos Bancários do DF lança cartilha sobre saúde do bancário na Câmara

11 May 2015 23 VISUALIZAÇÕES

Com o objetivo de contribuir para a melhoria da saúde dos trabalhadores do sistema financeiro, o Sindicato publicou a cartilha ‘100% não é mais o limite: Riscos Psicossociais do Trabalho Bancário’. O lançamento ocorreu em audiência pública realizada na terça-feira (28), na Câmara dos Deputados.

De forma objetiva, a cartilha resume a pesquisa, de título homônimo, publicada em 2014, fruto de uma parceria entre o Sindicato, o Grupo de Estudos e Pesquisa em Saúde do Trabalhador e o Laboratório de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho da Universidade de Brasília (UnB).

O estudo mapeou os indicadores sobre adoecimento da categoria, a partir da coleta e análise de dados de 2.111 bancários, com idade média de 38 anos e cerca de 13 anos de banco.

Segundo a pesquisa, cerca de 40% dos bancários e bancárias do Distrito Federal estão em risco de adoecimento, 60% já sofreram assédio moral no ambiente de trabalho e 70% vivenciam a indignidade.

“As questões relacionadas à saúde importa a toda categoria. Não é necessário que o trabalhador adoeça para procurar se cuidar. A prevenção será sempre a melhor escolha”, afirmou o presidente do Sindicato, Eduardo Araújo.

A audiência foi convocada pela deputada federal Erika Kokay (PT-DF), especialmente para discutir os resultados da pesquisa. Além da participação do Sindicato, o evento reuniu representantes de diversas entidades, entre elas: Ministério Público do Trabalho, Ministério da Saúde, Ministério do Trabalho e Emprego, Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Universidade de Brasília (UnB), Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Centro Norte (Fetec-CUT/CN).

Clique aqui para baixar a cartilha.